MINHAS ESTANTES

Adereços, amores, alegrias, frustrações, fantasias e gargalhadas.

tive esperanças
sorri como nunca
dancei por horas
reunindo forças


me declaro
no tempo
as vésperas
dentro de um vulcão

sobretudo poetizando
o que não se pode dizer
apenas sentir
laços adormecidos

é manhã
sem saber
visto-me de listras
analisando este tempo, nublado

ele insiste em correr
feito atleta do saber
mas, não sabe de nada ...
tolo e temo em dizer

passo a passo
vai sumindo
vai simbora
vai de pressa

vem sol
anda logo
vem arder
compreender

me acompanhe
me aquece
e me entorpece
se quiser, me enlouquece

sinto
vejo
toco
afago

todo dia ....



Search This Blog

...

" O DEUS QUE HABITA EM MIM, SAÚDA O DEUS QUE HABITA EM TI ."


Escrevo sem pretensão de leitores, mas por pura necessidade de aliviar a tensão do cotidiano intenso.

Essa válvula escolhi para quietação da alma, alguns dançam, outros interpretam, quando outros pintam e bordam, eu preciso fazer muitas coisas, muitas .... uma delas é escrever, rabiscar, rasurar, escrever e apagar, nem sempre publicamente.

Me procuro e me encontro, ora desapareço. Isso nem sempre quer dizer alguma coisa, nem me preocupo. Quando muito me assombro, causa-me dor e desconforto. Retomo o ciclo e as vezes em circulo.

E ainda me pergunto, quem sou eu??!

My photo

Nada de extraordinário ao pé da letra ..... sigo os caminhos das pedras que curvam o rio de águas cristalinas que caem incasavelmente das pedreiras. Só saio de lá quando anoitece.

arte

arte